preloader

5 dicas para criar um incrível plano de Marketing

Você costumar analisar de perto a estratégia de marketing da sua empresa com frequência?

Você deveria. Um plano de marketing bem desenvolvido ajuda você a definir o andamento correto para tornar os objetivos de negócios da sua empresa uma realidade. Pense nisso como um plano de alto nível que orienta a direção das campanhas, metas e crescimento da sua equipe.

Sem um, as coisas podem ficar confusas — e é quase impossível colocar um número no orçamento que você vai precisar garantir para seus projetos, contratação e terceirização que você vai encontrar ao longo de um ano se não tiver um plano.

Tenha em mente que existem variações no plano de marketing que você precisa, dependendo do seu setor e dos objetivos da sua equipe de marketing. Para facilitar a criação do seu plano, fiz o levantamento de uma lista para aplicar em sua estratégia de marketing.

Para começar, vamos mergulhar em como criar um plano de marketing e depois dar uma olhada em como funciona um plano de marketing de alto nível.

1. Realize uma análise de situação.

Antes de começar com seu plano de marketing, você precisa saber sua situação atual.

Quais são seus pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças? Realizar uma análise SWOT básica é o primeiro passo para criar um plano de marketing.

Além disso, você também deve ter uma compreensão do mercado atual. Como você se compara aos seus concorrentes? Fazer uma análise de concorrentes deve ajudá-lo com esta etapa.

Pense em como outros produtos são melhores que os seus. O que seus concorrentes estão perdendo? O que você pode oferecer a seus clientes que lhe dará uma vantagem competitiva? Pense no que o diferencia.

Responder a perguntas como essa deve te ajudar a descobrir o que seu cliente quer, o que nos leva ao passo número dois.

2. Defina seu público-alvo.

Depois de entender melhor o mercado e a situação da sua empresa, certifique-se de saber quem é o seu público-alvo.

Se sua empresa já tem uma personalidade de perfil, essa etapa pode significar que você precisa refinar suas personas atuais.

Se você não tem uma personalidade de perfil, você deve criar uma. Para fazer isso, você pode ter que realizar uma pesquisa de mercado.

O perfil de seus futuros clientes devem incluir informações demográficas, como idade, sexo e renda. No entanto, também é importante incluir informações psicográficas, como pontos problemáticos e objetivos. O que impulsiona seu público? Quais problemas eles têm que seu produto ou serviço pode resolver?

Depois de ter essas informações escritas, elas o ajudarão a definir quais são seus objetivos, o que nos leva ao passo número três.

3. Escreva metas INTELIGENTES.

Minha mãe sempre me dizia: “Você não pode ir a algum lugar a menos que tenha um roteiro”. Agora, para mim, alguém que é geograficamente desafiado, isso foi um conselho literal.

No entanto, também pode ser aplicado metaforicamente ao marketing. Você não pode melhorar seu ROI a menos que saiba quais são seus objetivos.

Depois de descobrir sua situação atual e conhecer seu público, você pode começar a definir suas metas inteligentes.

As metas inteligentes são específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e limitadas no tempo. Isso significa que todos os seus objetivos devem ser específicos e incluir um período de tempo para o qual você deseja concluí-los.

Por exemplo, seu objetivo pode ser aumentar seus seguidores no Instagram em 15% em três meses. Dependendo dos seus objetivos gerais de marketing, isso deve ser relevante e alcançável. Além disso, esse objetivo é específico, mensurável e limitado no tempo.

Antes de iniciar qualquer tática, você deve escrever seus objetivos. Então, você pode começar a analisar quais táticas irão ajudá-lo a alcançar esse objetivo. Isso nos leva ao passo número quatro.

4. Analise suas táticas.

Neste ponto, você escreveu seus objetivos com base no seu público-alvo e na situação atual.

Agora, você tem que descobrir quais táticas vão ajudar a alcançar seus objetivos. Além disso, quais são os canais e itens de ação certas para se concentrar.

Por exemplo, se seu objetivo é aumentar seus seguidores no Instagram em 15% em três meses, suas táticas podem incluir hospedar um sorteio, responder a todos os comentários e postar três vezes no Instagram por semana.

Depois de conhecer seus objetivos, fazer um brainstorming de várias táticas para alcançar esses objetivos deve ser fácil.

No entanto, enquanto você escreve suas táticas, você tem que manter seu orçamento em mente, o que nos leva ao passo número cinco.

5. Defina seu orçamento.

Antes de começar a implementar qualquer uma das suas ideias que você tenha apresentado nas etapas acima, você precisa conhecer seu orçamento.

Por exemplo, suas táticas podem incluir publicidade nas mídias sociais. No entanto, se você não tiver o orçamento para isso, talvez não consiga atingir seus objetivos.

Enquanto você está escrevendo suas táticas, certifique-se de anotar um orçamento estimado. Você pode incluir o tempo necessário para concluir cada tática, além dos ativos que talvez precise comprar, como espaço para anúncios.

Agora que você sabe como criar seu plano de marketing, vamos mergulhar nos elementos que um plano de marketing de alto nível deve incluir.

Esboço do Plano de Marketing

Separamos aqui alguns elementos que todo plano de marketing eficaz precisa ter:

1. Resumo do Negócio

Em um plano de marketing, seu Resumo de Negócios é exatamente o que parece: um resumo da organização. Isso inclui:

  • O nome da empresa
  • Onde está sediada
  • A missão da empresa

2. Iniciativas de Negócios

O elemento Iniciativas de Negócios de um plano de marketing ajuda você a segmentar os vários objetivos do seu departamento. Tenha cuidado para não incluir iniciativas gerais da empresa, que você normalmente encontraria em um plano de negócios. Esta seção do seu plano de marketing deve descrever os projetos específicos do marketing. Você também descreverá as metas desses projetos e como essas metas serão medidas.

3. Análise do Cliente

Aqui é onde você realizará algumas pesquisas básicas de mercado. Se sua empresa já fez um estudo de mercado completo, esta seção do seu plano de marketing pode ser mais fácil de montar.

Em última análise, esse elemento do seu plano de marketing vai te ajudar descrever a indústria para a qual você está vendendo e a personalidade de perfil do seu cliente. Uma personalidade de perfil precisa ter características como:

  • Idade
  • Localização
  • Metas
  • Desafios pessoais
  • Dores

4. Análise de Concorrência

Seus clientes em potenciais tem opções quando se trata de resolver seus problemas, escolhas tanto nos tipos de soluções que consideram quanto nos provedores que podem administrar essas soluções. Em sua pesquisa de mercado, você deve considerar sua concorrência, o que eles fazem bem e onde estão as lacunas que você pode potencialmente preencher. Isso pode incluir:

  • Posicionamento
  • Quota de mercado
  • Ofertas
  • Preços

5. Análise SWOT

O Resumo de Negócios do seu plano de marketing também deve incluir uma análise SWOT, que representa os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças do negócio. Seja paciente com a análise SWOT do seu negócio; você escreverá a maior parte com base em sua pesquisa de mercado nas seções acima e na sua estratégia abaixo.

6. Estratégia de Mercado

Sua Estratégia de Mercado usa as informações incluídas nas seções acima para descrever como sua empresa deve abordar o mercado. O que sua empresa vai oferecer que seus concorrentes ainda não estão oferecendo a eles?

Em um plano de marketing completo, esta seção pode conter os “sete Ps de marketing”:

  • Produto
  • Preço
  • Local
  • Promoção
  • Pessoas
  • Processo
  • Evidência Física

7. Orçamento

Não confunda o elemento Orçamento do seu plano de marketing com o preço do seu produto ou outras finanças da empresa. Seu orçamento descreve quanto dinheiro a empresa destinou à equipe de marketing para perseguir as iniciativas e metas descritas nos elementos acima.

Dependendo de quantas despesas individuais você tem, você deve considerar detalhar esse orçamento pelo que especificamente você gastará seu orçamento. Exemplos de despesas de marketing incluem:

  • Custos de terceirização para uma agência de marketing e/ou outros provedores
  • Software de marketing
  • Promoções pagas
  • Eventos (aqueles que você hospedará e/ou participará)

8. Canais de Marketing

Por fim, seu plano de marketing precisa ter uma lista de quais canais de marketing sua empresa pretende utilizar. Embora sua empresa possa promover o próprio produto usando determinado espaço publicitário, seus canais de marketing são onde você publicará o conteúdo que educa seus compradores, gera leads e dissemina a conscientização da sua marca.

Se você publica (ou pretende publicar) nas mídias sociais, este é o lugar para falar sobre isso. Use a seção Canais de Marketing do seu plano de marketing para definir em quais redes sociais você deseja lançar uma página de negócios, para que você usará essa rede social e como medirá seu sucesso nessa rede. Parte do objetivo desta seção é provar aos seus superiores, dentro e fora do departamento de marketing, que esses canais servirão para expandir o negócio.

9. Projeções Financeiras

Conhecendo o orçamento e fazendo análises sobre os canais de marketing em que deseja investir, você deve ser capaz de elaborar um plano de quanto orçamento investir em quais táticas com base no ROI esperado. A partir daí, você poderá criar projeções financeiras para o ano. Estes não serão 100% precisos, mas podem ajudar no planejamento executivo.

Author avatar
Julio Neves
- Divide et impera.

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *